Palavras onde me perco, de Avelina da Silveira

How I long for the days when words were essential!
Outros tempos quando a palavra encerrava uma certeza
existencial
— coeur et mots, moi même in a fabric of being.

Foi há tanto tempo que parti…
As palavras custam a vir;
como se eu as quisesse articular mas houvesse uma pedra
na garganta.

A voz lusitana escorre sem que dela eu beba,
quase alien, porque já não sonho em português.

Palavras, words, mots perdus…
Labirintos de imagens onde me perco
na ânsia de chegar à outra margem de mim.

J’ai changé le profil du jour
et j’ai perdu mon visage en ce temps,
never again myself between the sea and the maples.

Oh tragédia de imigrar, de partir sem chegar
tecendo na diáspora un être d’ici et de toujours.

Demain será un autre pays, un autre matin,
De identidade dispersa
I’ll be searching in yesterday
for the name of a water bird among the snow.

Poema citado por Emanuel Melo, um escritor açoriano de Toronto, em seu texto Being Through Words, publicado em 17 de março de 2018.

Avelina da Silveira é uma artista que se dedica às artes visuais e à poesia. Nascida em Angola, dividiu-se entre viver nos Açores, região portuguesa onde nasceram seus pais, e nas cidades de Georgina e Toronto, no Canadá. Atuou como professora por 40 anos e já publicou 3 antologias com poemas próprios. Para saber mais sobre seu trabalho, visite seu site ou perfil no Facebook. É possível também lhe enviar um e-mail e encontrar outros poemas dela aqui e aqui.

3 comentários em “Palavras onde me perco, de Avelina da Silveira”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.